sábado, 10 de janeiro de 2015

Aos Dez do Primeiro Mês




E falou o Senhor a Moisés e a Arão na terra do Egito, dizendo:
Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.
Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família.
Mas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao cordeiro.
O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.
E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.
E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.
E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.
Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura.
E nada dele deixareis até amanhã; mas o que dele ficar até amanhã, queimareis no fogo.
Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do Senhor.
E eu passarei pela terra do Egito esta noite, e ferirei todo o primogênito na terra do Egito, desde os homens até aos animais; e em todos os deuses do Egito farei juízos. Eu sou o Senhor.

Êxodo 12:1-12

Hoje é o dia dez do primeiro mês do ano, e antes que me digam que o calendário judaico não corresponde ao romano, eu sei. Contudo, como deixar passar essa semelhança tão graciosa? Nesta data do atual calendário romano comemoro meu aniversário, trinta anos!

E o texto acima é uma figura do cordeiro imaculado que seria sacrificado e cujo sangue nas ombreiras e nas vergas das portas protegeria aqueles que ali dentro estivessem do juízo de Deus contra o mal que havia sido cometido e precisava de justiça.

“Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do Senhor.”

Há urgência nesta cena, quem já se preparou para uma viagem, e espera a carona sabe como é pela manhã tomar café correndo, pois a qualquer hora pode chegar aquele que vem nos buscar. Claro que não se trata em Êxodo de uma refeição qualquer, aquele cordeiro representa o Corpo de Cristo, Nosso Senhor, alimento para nossas almas.

Neste aniversário, posso dizer, que nos batentes da porta de minha casa já foi passado o sangue do cordeiro sem mácula. Já preparei sua carne assada no fogo, os pães ázimos (muito importante) e as ervas amargosas, ah, sim! As ervas também! Cada dia mais tenho sido compungida a manter os sapatos nos pés e os lombos cingidos, não temendo a hora do juízo, mas a espera do Senhor!

Sim, Ele prometeu que viria nos buscar, eu creio. Você não? Será que todos os que acompanham meus relatos asseguraram que os batentes de suas portas estão protegidos pelo sangue do cordeiro do dia do juízo? Se não, o que estão esperando? Pode ser que para você não tenha mais trinta anos a frente para que você possa ser salvo pelo sangue de Cristo, pode ser que não haja nem mesmo uma hora, minutos?

Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto. Hebreus 3:7-8

Venha comemorar comigo! Para que quer tenhamos mais trinta anos ou cinco minutos, possamos esperar juntos pela vinda do Senhor!


Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda? 
1 Tessalonicenses 2:19


Nenhum comentário:

Postar um comentário