domingo, 28 de setembro de 2014

Lista de Amigos

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?
A Lista – Oswaldo Montenegro




Se eu fosse fazer uma lista de amigos de dez anos atrás, seria relativamente interessante, me traria a memória coisas boas, pequenas aventuras, os nomes seriam variados, femininos e masculinos, pessoas divertidas. Acho que se eu fosse apontar um defeito deles todos seria o fato de serem humanos.

Por serem humanos tendem a deixar que as coisas sejam passageiras, pois estão sempre em busca de novas aventuras e coisas. Assim os amigos para alguns viram coisas que são deixadas de lado por outras coisas mais interessantes. Aqui poderiam me dizer, amigo que é amigo está ao nosso lado para vida toda! Será? Eu não diria que as pessoas (e não coisas) que um dia eu chamei de amigas eram falsas, algumas talvez, certeza nenhuma. O fato é que eu as conheci no mundo, e o mundo exibe tantas coisas atraentes e coloridas, que acho que uma amizade verdadeira não consegue concorrer no mesmo nível.

É preciso muita presença de espírito para enxergar a singeleza de um amigo, pelo meu ponto de vista é muito simples uma amizade despretensiosa, sem grande arroubos públicos. Diferente da "amicissitude" que exibem quando somos pessoas ditas importantes, ou aquela garota influente da escola, aquele cara bonito e bacana do trabalho ou o riquinho da faculdade. Infelizmente os relacionamentos hoje são repletos de amicissitude e poucas amizades. Principalmente quando os candidatos a amigos não são a garota popular da escola, o cara bonito, o rico da facul e nem qualquer outra pessoa importante para a sociedade.

As Redes Sociais é uma forma de render um minuto de fama para uma multidão de anônimos que de repente mesmo sem querer acabam sendo lidos, com sorte (ou nem tanta sorte assim) postam um vídeo na internet e viram um ídolo Teem. Nas redes sociais temos mais de 100, 1000, 2000 amigos ou mais, mas se fossemos seguir a ideia da música do Oswaldo Montenegro dentre todos os meus ditos "amigos" das redes, são colegas e não grandes amigos. Ali eu contaria alguns que eu colocaria na minha lista, embora eu hoje saiba com certeza que eu não faria parte da lista deles se a mesma proposta lhes fosse dada.

Meu lado humano não gosta dessa ideia, dá uma sensação de ego ferido. Mas meu lado cristã entende porque eles agem assim, eu já fui capaz de agir assim algum dia não tão distante. Não fazem por mal, é que o mundo pede mudanças e quem não acompanha o ritmo e não se importa em acompanhar, naturalmente é excluído, seleção natural é uma ciência que aprendemos cedo na escola. O que vale a pena dizer é que isto não é o fim do  mundo de quem fica do lado de cá dos holofotes. Sabendo que são boas pessoas, muitas delas cristãs iludidas, resta o silêncio e a fé de que um dia voltaremos a nos encontrar em algum lugar melhor, só para finalizar com outra música, "qualquer dia amigo a gente vai se encontrar"*...

*Canção da América – Milton Nascimento


2 comentários:

  1. Triste realidade retratada com belas colocações.
    Se cuida.
    Hud.

    ResponderExcluir